Olha só quem tá com a gente no primeiro especial Casa dos Outros: Helena Rizzo. Além de ser a única Chef brasileira à frente de um restaurante condecorado pelo Guia Michelin criou em 2014 o restaurante Maní, eleito o 36º melhor restaurante do mundo. À frente do Grupo Maní, Helena já foi premiada diversas vezes. A Padoca do Maní, por exemplo, já foi eleita a melhor padaria de São Paulo, pela Folha de S.Paulo. Em 2017, a Chef aceitou o convite para participar da bancada do reality The Taste Brasil, exibido pelo canal GNT. Em 2019 estreou como integrante do júri internacional de The Final Table, competição gastronômica produzida pelo Netflix.

A decoração na casa da Helena e do marido Bruno Kayapy, guitarrista cuiabano é uma decoração despretensiosa e sem muita complicação, mas não foi pensada apenas para funcionar bem. Afetiva resgata boas lembranças da infância do casal, valoriza coisas simples da vida e promove o convívio em família. Manoela, a filha de 3 anos, serviu de inspiração na hora de redefinir os espaços e deu o empurrãozinho que os pais precisavam para as mudanças na rotina e na decoração da casa. Conforme ela começou a se aventurar pelos ambientes e a se apropriar mais dos espaços, Helena e Bruno perceberam que poderiam criar uma área de brincadeiras e organizar seu quarto de forma mais prática. Quem os ajudou a transformar os espaços com ideais originais e soluções simples para deixar este lar ainda mais incrível foi Lívia Amaral, criadora da Casa Sopro. Com sua ajuda as coisas acharam seu lugar, os ambientes realmente tomaram forma e as mudanças na decoração foram capazes de revolucionar o universo colorido da casa. 

Com a sugestão de Lívia, o antigo estúdio de Bruno foi transferido para um cômodo nos fundos e a saleta aberta para o jardim se transformou na brinquedoteca da Manoela. Um espaço banhado de luz natural com generosas aberturas para receber o verde que abraçou a decoração e funcionou muito bem aqui. Um oásis no meio da agitação de Pinheiros, em São Paulo.

Quadrinhos, pôsteres, guirlandas e desenhos agora ocupam as paredes com suas cores vibrantes e de encher os olhos. Móveis, objetos afetivos e muitas inspirações vindas da música e da gastronomia, completam os ambientes e trazem à tona uma mix de estilos que encanta e ressaltam o estilo pessoal e convidativo dos espaços. Deixar aparente os objetos queridos incrementou a decoração e fez os ambientes ficarem acolhedores. Tudo a ver com a personalidade dos moradores e com as memórias que eles querem guardar de um lar alegre, alto astral mas ao mesmo tempo tranquilo e super aconchegante.

Se você também acredita que conforto no morar é ter muita paz e aconchego para pensar com tranquilidade na coisas da vida, deixe aqui seu comentário 🙂  Vamos adorar te ouvir!

Projeto: Casa Sopro / Tapete de Algodão, objetos decorativos e Brinquedos: Mimoo Toys / Produção e fotografia: Histórias de Casa