Escrever a página em branco de uma quarto infantil é tarefa complexa. Surgem informações de todos os lados, das maneiras mais variadas. Mais do que nunca é preciso estar preparado para perceber que as regras que você conhecia já não existem mais e que agora estamos livres para desenhar nossos próprios espaços. Não é segredo que estamos vivendo um momento de recolhimento. Por isso, você vai querer transformar seu lar em uma cantinho mais caloroso e aconchegante.

Mas o que é uma casa aconchegante para as crianças? Um lugar cada vez mais receptivo aos amigos e às brincadeiras. Projetar pensando nas atividades dos pequenos será mais importante do que nunca! 

É possível criar um cantinho dentro de casa que seja divertido e estimule a brincadeira sem medo e sem restrições, mas sem deixar de ser um espaço seguro e acolhedor. Foi pensando nisso que elaboramos dicas para pensar em um espaço criativo para os seus filhos:

1. O cantinho da brincadeira pode ser montado em qualquer lugar da casa. No quarto, na sala, no escritório e até na varanda. O melhor lugar é aquele onde a criança pode soltar a imaginação e brincar à vontade.

2. Um espaço pensado para criança deve ser descontraído, desafiador, mas principalmente ser planejado sob a perspectiva da criança, ou seja, tudo o que pertence a ela como brinquedos, fantasias ou livros, são algumas coisas que podem e devem estar ao alcance delas.

3. A escolha do mobiliário deve ser feita de modo a atender a necessidade dos pais e, ao mesmo tempo, ser adequado para os pequenos. O móvel ideal é dimensionado levando em consideração as medidas da criança, apresenta os cantos arredondados, utiliza elementos de fixação seguros e resistentes. Melhor ainda se ele for brincante! Um móvel feito para criança pode ser funcional, mas ter a brincadeira com certeza faz dele um objeto muito mais interessante. 

4. Manter tudo organizado com criança não é nada fácil. Mas você pode transformar esta tarefa em uma doce brincadeira, para guardar os brinquedos os pais podem optar por móveis com espaços abertos acrescentado acessórios, como caixas organizadoras, que sejam de fácil manuseio pela própria criança. Os livros podem ser colocados em prateleiras, as fantasias e roupas podem ser penduradas, o importante é que tudo esteja acessível tanto para a hora de brincar como para a hora de guardar. Quando você entra no universo da criança tudo fica mais simples, leve e divertido.

5. Texturas e cores, assim como fazer uso da madeira e outros elementos, deixa o ambiente aconchegante. A escolha mais adequada para cada situação é aquela que respeita as características de cada fase da criança. Tecidos com cores, texturas diferentes, formas, tudo isto atrai a curiosidade e convida à brincadeira. Cores fortes estimulam as crianças, elas podem estar nas paredes ou nos objetos. Materiais como a madeira são bem versáteis na hora da decoração, pois são neutros e combinam facilmente com cores e texturas. Cor nunca é demais!

 

 

Gostou da nossa matéria? Para quem acredita muito no brincar como forma de estimular o desenvolvimento infantil, a linha de móveis Açaí é demais. Com pequenas mudanças, você irá conseguir que as crianças tenham autonomia, autoconfiança, e se desenvolvam no seu tempo!

Fonte: Revista Pais e Filhos  / Quarto Valentim @littleland / Tapete de Algodão, Acessórios e Brinquedos: Mimoo Toys / Produção: Histórias de Casa / Foto: Rafaela Paoli