A imaginação, o brincar, o aprender e a energia contagiante… Uma das fases mais bonitas da vida é a infância, e é nesse processo de crescimento marcado pelo aprendizado, que a criança entra em contato com novos estímulos, que serão fundamentais para o desenvolvimento da criatividade ao longo de toda vida. Ah! Como passamos horas escolhendo cada coisinha que colocamos no quarto dos nossos filhos. Hoje nós mergulhamos no universo dos móveis infantis para entender como eles são projetados e desenvolvidos para acompanhar o dia a dia das crianças. Que tipo de berço ou cama escolher? Precisa mesmo de poltrona de amamentação? Vem entender como escolher os móveis para o quarto dos pequenos! 

Produzir móveis infantis não significa reduzir a escala do mobiliário comum. O primeiro passo é entender as necessidades dos pimpolhos. Nesse sentido, bordas arredondadas, peças com boa estabilidade e produtos não tóxicos são mais do que bem-vindos! Independentemente se o quarto vai ser simples ou sofisticado, os móveis devem ser lindos, úteis e, principalmente, seguros. Caso você compre tudo pensando só no momento bebê, lembre-se que eles crescem e novas mudanças deverão surgir. Se você pretende que seu bebê use o berço por muito tempo, procure um modelo que vire mini-cama, assim vai demorar mais para você precisar investir novamente neste item para seu filho. Ah! Você também pode optar por um mini berço, um moisés, que facilita caso você queira seu bebê dormindo no seu quarto nas primeiras semanas, o moisés é bem menor que um berço comum. Pense bem antes de comprar os móveis, confira o espaço disponível no quarto, e por quanto tempo você não quer ter que investir em novos móveis.

 

No início da infância, conforme surgem os primeiros hábitos e preferências, é importante um ambiente onde elas possam tornar-se exploradoras, a terem um olhar curioso para o ambiente e pessoas com quem vive. Uma coisa que os pais costumam esquecer na hora de montar o quarto do filhote é que os pequenos terão brinquedos (e cada vez mais brinquedos) e onde você vai guardá-los? Não se esqueça de baús ou organizadores para manter tudo em ordem. Aqui vale investir também nos puffs, cabaninhas, nichos e todos os móveis infantis que ajudam a alegrar e organizar o ambiente. O lúdico, o descontraído e o colorido sempre chamam a atenção das crianças. Às vezes basta uma peça de destaque para tornar o ambiente agradável e convidativo a elas.

 

 

 

 

Mesa e cadeiras infantis, berço, cômoda, tapetes de algodão, objetos decorativos e brinquedos: Mimoo Toys  / Roupa de cama: Mooui / Produção: Histórias de Casa / Fotos: Gisele Rampazzo