Apesar de alguns pais se sentirem culpados por não oferecerem um quarto para cada filho, na realidade, esse convívio têm suas vantagens e hoje vamos falar um pouco sobre elas 🙂 Dividir pode ser muito bom sim! As crianças irão aprender a lidar com conflitos, não serão tão espaçosas e terão boas recordações da infância. Sem perceber você estará ajudando seus filhos a se importarem com outras pessoas desde cedo. Todos nós sabemos que irmãos que dividem o mesmo espaço possuem mais oportunidades de aprender a compartilhar, o que é uma virtude na vida adulta. Estimule a divisão de brinquedos e crie um sistema de regras para que elas se sintam estimuladas a agir com generosidade uma com a outra. Porém, apesar de tudo parecer tão simples, as mães que já viveram essa realidade garantem que nem sempre as coisas são fáceis. As brigas irão existir sim, assim como as gargalhadas antes de dormir. É tudo uma questão de tempo. 

Um ponto que pode evitar muitos desses conflitos é deixar cada filho com as suas coisinhas. Então, divida também o guarda-roupa e a prateleira de brinquedos. Deixe ainda que eles escolham a decoração do quarto, mesmo quando cada um goste de um tema ou cores diferentes. O importante é, de modo geral, que eles sintam que o espaço é deles. No quarto das irmãs Stella e Florência, para garantir um pouquinho de privacidade, a Uêbaa Design sugeriu que uma das camas fosse elevada. Gostamos muito dessa solução e do aproveitamento com os nichos e gavetas abaixo das camas. 

Além das dicas de decoração e da personalidade dos pequenos moradores, é preciso considerar pequenos fatores determinantes nesta decisão. Qual a diferença de idade dos filhos? As crianças são de gêneros diferentes? Há um interesse por parte dos pequenos em dividir o quarto? É preciso considerar e refletir sobre cada detalhe, priorizando a opinião das próprias crianças. Caso contrário, o melhor é não forçar a barra. Se elas possuem problemas de convivência, deixá-las no mesmo quarto não será uma solução, mas um agravante ao problema. Neste caso o melhor é buscar soluções para a boa convivência sem ferir a privacidade deles.

Se por um lado a idéia pode ferir a privacidade, por outro evita o isolamento e a solidão. Os irmãos passam mais tempo juntos, o que também deve gerar bons momentos em família, brincadeiras entre os dois e laços ainda mais fortes!

E você, também teve que passar por isso? Conte aqui no blog a sua experiência!

Projeto: Uêbaa Design / Tapete de Algodão e Brinquedos: Mimoo Toys / Roupa de Cama: Mooui  / Produção: Histórias de Casa