O banho poderá ser um ótimo momento, já que a temperatura da água relembra o útero da mãe, além de ser um período de fortalecimento afetivo (pais-filho) e também de desenvolvimento para a criança. Pode ficar tranquila que, ao fazer tudo com atenção, você não vai afogar seu filho e esse momento será repleto de carinho e brincadeiras. Confira aqui dicas que vão te ajudar na hora do banho do bebê:

1 – Sozinho, nunca!

Não importa se a banheira está praticamente vazia. Nunca deixe o bebê sozinho na hora do banho. Pode parecer óbvio, mas no momento em que você estiver com seu filho nos braços e perceber que esqueceu a toalha no quarto ou que o shampoo está no armário, isso pode até passar pela sua cabeça. Mas o bebê pode escorregar ou cair com o rostinho dentro da água – e aí qualquer milímetro pode ser fatal. Por isso, é imprescindível que todo o material necessário para o momento esteja ao alcance das mãos (sabonete, shampoo, fraldas, toalha, talco, pomada, roupas, etc.). Isso facilitará a higienização do bebê e te proporcionará maior tranquilidade.

2 – Acerte na temperatura da água.

Uma dica importante é quanto à água utilizada no banho. Ela pode ser retirada diretamente do chuveiro e deve estar a uma temperatura de aproximadamente 37°C. As banheiras Munchkin (Pato e Cisne), por exemplo, possuem o sistema White Hot que indicam se a água está muito quente (acima de 38°C) para a pele sensível do bebê.

3 – Evite correntes de ar na hora do banho

Antes de tirar as roupas do bebê ou preparar a água, cheque se todas as portas e janelas estão fechadas, evitando correntes de ar frio durante o banho. É importante escolher um horário do dia em que as temperaturas estão mais elevadas. Se estiver no inverno ou sua casa for muito gelada, você pode usar um aquecedor de ar para chegar a uma temperatura agradável. O momento do banho é exclusivo da criança e toda a atenção deve estar voltada a ela.

4 – Muita calma nessa hora

Não adianta ter pressa na hora do banho do bebê. O exercício de paciência começa com a espera para a banheira encher e chegar à temperatura certa. Depois, é hora de respirar fundo para controlar a ansiedade e o nervosismo dos primeiros banhos e garantir a firmeza nos braços. No começo, o melhor é esperar alguém chegar em casa para estar ao seu lado na hora do banho e dar uma mão – literalmente.

5 – Vire o bebê de costas

Se seu bebê começar a chorar durante o banho, teste deixá-lo de costas, apoiado em uma de suas mãos enquanto faz a higiene com a outra. Essa posição pode ser muito confortável e relaxante para ele, e o choro pode parar imediatamente.

6 – Economize água

Para os recém-nascidos ou bebês de até 6 meses de idade, o indicado é colocar cerca de 13 centímetros de água, mais ou menos 8 dedos de profundidade, ou o suficiente para acomodar o bebê com água até os ombros. Nas primeiras vezes, é normal errar a medida, enchendo demais, mais vai com calma e colabore para um banho melhor do seu filho (e para o planeta também).

7 – Cuidado com as quantidades de shampoo e sabonete

Durante as primeiras semanas de vida, use apenas produtos neutros e feitos especialmente para bebês. Use quantidades pequenas de cada produto para evitar ressecamentos na pele.

8 – Ops, escorregou!

Nem sempre a gente pensa nisso na hora de montar o enxoval. Mas vale tomar nota: a banheira não deve ser totalmente lisa ou funda, pois esse é um dos fatores que pode causar acidentes. As melhores opções são as banheiras com algum tipo de textura ou com rede de proteção.

O mais bacana é transformar esse momento em algo bem além da higiene, mas que seja também um momento de relaxamento, entrosamento e troca de afetos entre o bebê e quem dá o banho. Fique sempre de olho no blog, pois nós da Mimoo Toys queremos estar sempre presentes nos momentos que fazem a relação entre os pais e o bebê ser cada vez mais intensa. Para a Mimoo, detalhes fazem diferença.

Fonte: Pais e Filhos / Mon Petit – Pediatria e Neonatologia